Alda 02

O serão de 16 de Maio de 2015 marcou o panorama musical de Leiria com a reedição, no cine-teatro José Lúcio da Silva, da opereta “Alda”, com música de José de Oliveira Zúquete e letra de João Pereira Gomes.

Foi a 17.ª vez que a opereta foi representada, embora, desta vez, tenham sido vistos apenas os quadros principais, por falta de orquestra, substituída (muito bem) por um piano e o talento de Sérgio Varalonga.

A estreia foi há 120 anos, em 11 de Fevereiro de 1895, no Teatro D. Maria Pia. O mérito da edição de 2015 é de muita gente, mas sobretudo de Joaquim Vicente Narciso que pôs neste trabalho todo o seu empenho e saber. A começar pela compilação da obra musical de José de Oliveira Zúquete, editada recentemente em livro, numa iniciativa patrocinada pela Fundação Caixa Agrícola de Leiria.

Alda 01

O elenco desta versão reduzida da “Alda” foi o seguinte: Jacinta Almeida (Alda), Marco Moura (Almor), Inês Madeira (Rosa), Luís Tavares (Simplício), Dina Malheiro (Morgana), Joaquim Pereira de Sousa (Brás), J. Vicente Narciso, J. Pereira de Sousa, Augusto Nazário, Vítor Brites, Francisco Sousa, Torres Gomes e Rui Germano (7 Sábios), coral Cantábilis e secção Teatro das Cantigas. Sérgio Varalonga (piano), J. M. Pedrosa Cardoso (comentário, investigação e direcção cénica), Amadeu Oliveira (direcção musical e produção) e Alberto José (cenário).

O espectáculo, em si, foi demonstrativo das grandes capacidades dos nossos artistas contemporâneos, embora, naturalmente, alguns tenham sobressaído de forma notória, como foi o caso de Inês Madeira (Rosa) e de Marco Moura (Almor). Mas, em geral, deve reconhecer-se que todos estiveram muito bem, apesar das diversas limitações e da flagrante ausência de orquestra. Parabéns! E que o espectáculo volte à cena, completo e... com orquestra! 


56730576_2263891023650261_4367810035829440512_n.jpg

Agenda de eventos

Assine o Jornal das Cortes AQUI!

Por apenas 15€ por mês (nacional) ou 25€ (estrangeiro)

geometriadomovelweb.jpg